Folha de Iperó
01 Mar 2018 17:25

Prefeitura garante que agência do Banco do Brasil permanecerá na cidade

Texto: Guilherme Maganhato / Grupo Z de Comunicação - Foto: Fernando Araujo / Grupo Z de Comunicação

A única agência do Banco do Brasil, instalada no Centro, não deve fechar, mas sim mudar de endereço. Esta, pelo menos, é a informação oficial dada pela Prefeitura de Iperó sobre o caso. A justificativa para a mudança é porque segundo informações da própria Prefeitura, o estabelecimento deve sair do atual endereço, por determinação judicial.

A mudança forçada acontece porque os proprietários do local onde a agência está instalada atualmente, temendo ataques e novas explosões à agência, requereram o imóvel, e acabaram ingressando na Justiça para tal. A decisão foi proferida e acatada e o Banco do Brasil teria até o próximo dia 9 como prazo definitivo para mudança. Para evitar transtornos à população com o fechamento da agência, a Prefeitura resolveu intermediar uma solução entre as partes, e uma reunião entre os representantes da agência local, da Superintendência Regional de Sorocaba e Prefeitura de Iperó deve acontecer na próxima quarta (7), no paço municipal.

 

Dificuldades

A notícia do possível fechamento da agência não agradou aos munícipes ouvidos pela reportagem. Maicon Robson Godoi, 32 anos, vai à agência todos os meses, quando recebe o salário. “Iperó já não tem nada, se fechar, vai piorar ainda mais”, ressalta. Já Aparício Mota Miranda, de 62 anos, é aposentado, e ouviu o filho falar sobre o possível fechamento do banco. “Eu venho duas, três vezes por semana. Sou cliente desde que abriu. Para não ir para Boituva, vou transferir minha aposentadoria para outro banco”, afirma. Já o casal Ênio Aparecido dos Santos, 59 anos, e Lúcia de Fátima Santos, 64 anos, devem ir para a cidade vizinha. “Tem que ir para Boituva ou Sorocaba. A gente vem aqui sempre, para pagar conta, fazer transferência e depósitos”, explicam.